FacebookYouTubeInstagram

47 - 99940-3085

Image OMB

treinamento funcional Balneário camboriú

My Image

TREINO HIIT

condromalácia: 5 dicas para acabar com as dores no joelho

My Image

A CONDROMALÁCIA

treinamento funcional, treino hiit, treinamento intervalado, protocolo de tabata, treino, emagrecimento, personal trainer bauru
Texto: Treinador Jefferson Felicio C.T Core Movement

FacebookYouTubeInstagram


A Condromalácia Patelar nada mais é do que um desgaste na cartilagem do joelho, a qual pode gerar dor e inflamação no local em sua fase aguda. Ela é um patologia dividida em 4 níves, que variam de acordo com o grau de comprometimento da patela. A mesma tem um índice de acometimento maior nas mulheres.

Apesar de ser um processo degenerativo a mesma pode ou não gerar dor e desconforto independente do nível do desgaste. Há pessoas que relatam dores insuportáveis com uma condromalácia de Grau 1, ao mesmo tempo em que outras pessoas de grau 4 não sentem desconforto algum.

Ainda não existe um consenso efetivo sobre as causas da patologia, mas os profissionais de saúde acreditam que alguns fatores e hábitos que podem facilitar o aparecimento da patologia, tais como o estresse repetitivo em esportes ( quando mau executados ou muito intensos para uma pessoa despreparada), falta de mobilidade nas articulações também são fatores de risco, pois podem gerar descompensações articulares, além da fraqueza muscular nos músculos da região dos joelhos e quadris.

Ainda temos outros fatores como sobrepeso ou obesidade, o sedentarismo e hábitos posturais do dia-dia. ​​​​​​​

1° CONTROLE O SEU PESO CORPORAL

Apesar de o sobrepeso não ser o único fator que gera sobrecarga na patela, o mesmo pode agravar as dores, devido a uma sobrecarga gerada sobre a articulação que recebe muita pressão, assim aumentando o nível de dor. Muitas vezes uma pessoa com grau 4 de condromalácia que se cuida praticando atividade física e mantem o peso corporal dentro dos níveis adequados sente menos desconforto do que uma pessoa com sobrepeso e sedentária com grau 1 de condromalácia.

Um bom programa de fortalecimento muscular e reeducação alimentar podem ser ótimos  aliados no alivio das dores.

2° BOLSA DE GELO


Se você está em um estágio de dor aguda, uma boa aliada nesse momento pode ser as bolsas de gelo, mas é preciso critério na sua aplicação. Em situações de dores agudas após uma atividade fisica como corrida ou uma partida de futebol, é indicado a aplicação de compressas de gelo por 20-30’ na regia da patela, afim de amenizar o processo de dor. ​​​​​​​

3° PASSAR  DIA TODO SENTADO NÃO É UMA BOA

Nos tempos atuais é comum e um mal necessário permanecer sentado por longos períodos, devido muitas vezes a sua rotina de trabalho.

Mas é possível amenizar esse fator de risco com algumas condutas, como:

Evitar ficar sentado por períodos maiores que 60’. Tente se levantar e caminhar a cada  1 hora sentado.

Evite se sentar com a pernas cruzadas ou com os quadris e joelhos na posição de 90° , essa posição aumenta a tensão na patela podendo aumentar o grau de dor e desconforto.

4° EVITE ESCADAS NO PERIDO DE DOR AGUDA

A flexão de joelho pode causar ou piorar as dores em pessoas com condromalácia. Subir escadas não é uma boa opção quando você está em uma fase de dor aguda. Mas lembre-se apenas em fase de dor aguda.

Se você está bem fortalecido e sem dor, siga sua rotina de vida normal, suba e desça escadas normalmente. Não devemos generalizar as situações. Mesmo porque o ser humano não deve ser limitado a nada. Mas vale a cautela em casos de dores agudas. Fortalecer é essencial.

5° EVITE O SALTO ALTO

Tenho condromalácia e não posso mais usar Salto?

Não é bem assim. É fato que o salto alto ajuda no aumento da tensão patelar, mas isso não significa que você nunca mais poderá usá-lo.

O mais importante é você ter consciência. Se você tem condromalácia, independente do grau da lesão e está em crise de dor aguda, realmente o salto alto poderá piorar e muito suas dores.

Agora se você está praticando atividade fisica regularmente e não tem sentido nenhum desconforto no joelho e precisa usar salto para um evento importante, tudo bem . Não será essa situação que lhe prejudicar.

Dica: guarde o salto para situações especiais, em que realmente precise utilizá-lo. Se puder evitar, evite. Mas não precisa abolir totalmente da sua vida. O importante é ter sabedoria na hora de utilizá-lo.